Dirigir com o estado emocional abalado causa mais acidentes do que o celular.

November 8, 2017

Apesar de as principais campanhas contra acidentes de trânsito se pautarem na máxima “Se beber, não dirija”, fatores como raiva e tristeza também devem ser considerados como potencialmente perigosos.

 

De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto de Transportes da Virginia Tech, nos Estados Unidos, dirigir com o estado emocional alterado é muito mais perigoso do que distrações como usar o telefone ou o painel de entretenimento do carro.

 

 

 

O estudo foi publicado em março de 2016, na revista científica “Proceedings of the National Academy of Sciences”. Os dados utilizados foram compilados do Programa de Direção Naturalista, que equipou veículos de mais de 3.500 voluntários com radares, câmeras e sensores. Dessa forma, os pesquisadores tinham acesso a informações detalhadas sobre a dinâmica dos acidentes.

 

O programa registrou cerca de 1.600 acidentes, mas o relatório considerou apenas os 905 de maior severidade, que deixaram feridos ou causaram danos à propriedade. Fatores relacionados ao motorista — como fadiga, alterações emocionais e distração — estavam presentes em quase 90% das colisões analisadas.

 

Por outro lado, fatores que eram considerados de alto risco (como aplicar maquiagem ou trafegar próximo ao veículo da frente) tiveram baixa prevalência no estudo, o que significa que eles tiveram presença mínima ou não estiveram presentes nos acidentes analisados. Fatores como interagir com crianças no banco traseiro têm um efeito protetor, abaixando o valor do risco.

 DIRIJA SEM MEDO 

Aulas Prática e Total Apoio Psicológico

 

Trate seu estado emocional da forma adequada com profissionais com anos de conhecimento na área Clínica.

 

Não se trata de um simples treinamento para dirigir, mais sim de uma transformação em sua vida. Pois sabemos que esta questão exige muito mais do que somente conhecimento prático.

 

Mais Informações: (15) 3019-2191

www.grupodoctord.com/transito

 

 

Please reload

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo por qualquer meio existente e para qualquer finalidade, sem autorização por escrito de seu autor.  

Please reload

Please reload